razer-mamba-usp-1

Como escolher um mouse gamer

Para montar um bom PC gamer você precisa considerar todos os detalhes e não deixar nenhum passar em branco. Isso inclui os periféricos, que também precisam ser escolhidos a dedo e com muito cuidado. Por isso é importante que você saiba como escolher um bom mouse gamer.

O periférico deve estar de acordo com as necessidades do game e também com o seu modo de jogo, para que a sua experiência seja elevada ao máximo.Vamos te dar algumas dicas sobre como escolher o melhor mouse para a sua partida. Confira:

1- Resolução

O primeiro ponto que devemos observar antes de comprar um mouse é o famoso DPI, os pontos por polegada (em português) ou Dots Per Inc (em inglês). Os DPI’s são os responsáveis pela sensibilidade do periférico.

O ideal para os gamers é adquirir um mouse que tenha a possibilidade de configurar a sensibilidade, já que em alguns jogos é preciso que ela seja mais baixa e em outros, o melhor é o uso de uma configuração com DPI’s mais elevados.

Alguns desses dispositivos gamers podem chegar a ter uma configuração de até 3.000 DPI’s, enquanto usuários comuns usam periféricos que chegam no máximo a 800 DPI’s.

2- Taxa de captação

A taxa da captação nada mais é do que a velocidade de resposta, ou seja, é a velocidade com que o componente se comunica com o computador. Portanto, a taxa de captação também se relaciona diretamente com a sensibilidade. Quanto maior o número, mais rápida é a resposta do computador aos seus movimentos.

A velocidade de resposta é medida em Hertz. A maioria dos mouses gamers possibilitam uma configuração de taxa de captação que pode variar de 125 até 1.000 Hz, que podem ser alteradas de acordo com as necessidades de cada jogo e do jogador.

3- Anatomia

O formato do mouse pode parecer inofensivo, mas não é. Ele interfere diretamente na performance do jogador. A anatomia ideal pode variar de acordo com a mão do usuário.

Hoje no mercado, existem três modelos mais conhecidos de anatomia para esses periféricos, os Palm Grip, Fingertip Grip e o Claw Grip.

Os Palm Grip são os mais populares e mais fáceis de encontrar. Nesses modelos a palma da mão fica toda sobre o mouse. Esse modelo normalmente é o mais confortável.

Já os Claw Grip são os mais indicados para quem está pensando em jogar. Nesse modelo, a palma da mão fica posicionada de uma forma mais “arcada”, o que reduz o contato dos dedos com os botões, formando uma espécie de garra. Dessa forma, o periférico apresenta mais agilidade e precisão ao controle.

Os modelos Fingertip Grip são os mais leves e ágeis, já que a sua anatomia posiciona o periférico na ponta do dedo dos usuários. Por causa dessa característica, esses tipos de mouses podem dificultar o jogo, já que dificulta o controle do equipamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *