i7-8700k

Intel Core i7-8700k: conheça o processador dos sonhos para os gamers

Lançado em outubro de 2017, o novo processador Intel Core i7-8700k já se tornou o sonho de consumo de gamers por todo o mundo. Com seis núcleos, clock de 3,8GHz, com aumento de até 4,7GHz e doze threads, a novidade vem chamando bastante atenção.

A Intel percorreu um grande caminho desde o lançamento dos processadores Core 2 Quad em 2006. Sua recém-lançada família Coffee Lake traz o novo processador top de linha da Intel, mostrando que a oitava geração de processadores Core não está para brincadeira.

Tendência

A linha segue a tendência da indústria de hardware, na qual os processadores novos oferecem um desempenho por núcleo parecido com o dos seus antecessores, porém, um maior número de núcleos e threads estão presentes.

Tenha em mente que, mesmo com soquete sendo fisicamente igual ao utilizado pela sexta e sétima geração, sua pinagem contém pequenas alterações que atendem a necessidade de energia superior desses novos produtos. Por isso, placas-mãe criadas para a oitava geração não são compatíveis com as gerações anteriores, o que acontece também ao contrário.

Intel Core i7-8700k

Seguindo o processo de fabricação 14nm, o novo processador top de linha para desktops conta com ganhos gerais em comparação ao seu antecessor de até 45%. Para quem curte jogos que exigem bastante da máquina, o processador se tornou um novo sonho de consumo: em testes realizados com o jogo Gears of War 4, notou-se um aumento de até 25% de frames por segundo (fps).

Seu desempenho em jogos que rodam em 1080p é espetacular: o processador deixou a concorrência no chinelo. Muitas resenhas mostram que o i7-8700k apresentou a melhor performance e maior número de frames por segundo em 1080p da história dos processadores.

Intel Core i7-8700k

Alta performance

Além de uma performance absurdamente alta em jogos de alta resolução, o processador é capaz de transmitir vídeos em 4K Ultra HD, quatro vezes a mais que em telas HD tradicionais, e aguenta rodar jogos em realidade virtual.

Em testes feitos com o 3DMark, o novo top de linha fez bonito. O 3DMark pode ser definido como um programa que realiza diversos testes de desempenho para avaliar a performance do processador com jogos 3D.

Segundo análise feita pelo Clube do Hardware, o processador foi 10% mais rápido que seu concorrente Ryzen 7 1700X e que seu antecessor, o Core i7-7700K no teste Sky Diver. Esse teste analisa o desempenho em DirectX 11 e é direcionado para computadores intermediários.

No teste Time Spy, que analisa o desempenho em DirectX 12, o Core i7-8700K empatou com seu concorrente. Já no Fire Strike, cujo objetivo é medir o desempenho em DirectX 11, direcionado aos computadores top de linha, o novo processador da Intel superou a concorrência em 14%.

Diversos testes foram realizados com jogos famosos e exigentes. Ao rodar o famoso Deus Ex: Mankind Divided em Full HD, qualidade de imagem média, o processador da Intel foi 39% mais ágil que o Ryzen 7 1700X, rodando 121 frames por segundo.

Overclock do i7-8700k

O i7-8700k já sai de fábrica com o multiplicador de clock destravado, o que torna o processo de overclock simples. É possível realizar o processo de overclock apenas mudando o multiplicador. Testes realizados colocando o processador em 4,9GHz, com alteração do multiplicador para 49x e com a tensão automática, tiveram resultados positivos, com o sistema rodando normalmente apesar da temperatura subir.

Você provavelmente já sabe, mas é sempre bom relembrar: o overclock aumenta a temperatura significamente, por isso é necessário também possuir um bom cooler. Um cooler de ar é o suficiente para overclocks medianos, mas caso queira realizar o processo de forma mais intensa, é recomendado utilizar um liquid cooler.

Vale a pena adquirir o i7-8700k?

No final das contas, todos querem mesmo é saber se vale a pena adquirir o novo top de linha da Intel. A resposta varia conforme suas necessidades e investimento possível no momento.

Diversos testes e resenhas de todo o mundo mostram que sim, o i7-8700k é um dos melhores processadores existentes. Para quem deseja aproveitar o máximo de seus jogos e já se preparar para as próximas gerações, a escolha é certa. Sua performance fez com a que a Intel voltasse a receber toda a glória, e com certeza será referência para a concorrência.

E o investimento: vale a pena?

Tenha em mente que o processador exige um investimento duplo: além de adquirir o i7-8700k, é necessário possuir uma placa-mãe compatível. As placas-mãe criadas com base em gerações anteriores de processadores são incompatíveis com a 8ª geração da Intel, o que torna necessário adquirir uma nova.

Essa é a reclamação mais presente na maioria das resenhas internacionais – o que já era esperado. Porém, lembre-se de que uma hora ou outra a placa-mãe deverá ser atualizada; se não for esse ano, será no outro ou no próximo.

Caso você já esteja pronto para fazer tal investimento, siga em frente e aproveite! Se não possuir o necessário agora, vale a pena esperar os lançamentos da família Coffee Lake de 2018 e se programar para adquirir uma nova placa-mãe junto.

cta-200218b

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *