Design de games: conheça a profissão

GAMES

A indústria do videogame está em constante crescimento. Segundo a Newzoo, os gamers devem investir cerca de U$137.9 bilhões em jogos eletrônicos em 2018. O setor não vê sinais de estagnação tão cedo, prova disso são os lançamentos de jogos cada vez mais ambiciosos, acompanhados de hardwares poderosos. Porém, para continuar em crescimento, a indústria precisa de profissionais qualificados e em contato com o mundo dos jogos diariamente.
Um dos departamentos do setor que mais crescem é o de design de games. Os profissionais dessa área atuam em praticamente todas as etapas do desenvolvimento de jogos: da elaboração de roteiro à programação.
Muitos gamers sonham em transformar sua paixão em profissão. E não é por menos: empresas como a Riot priorizam gamers em suas contratações, e muitos modders acabam se profissionalizando e desenvolvendo seus próprios jogos.
Continue a leitura e conheça mais sobre a profissão de designer de jogos!

Design de games: além dos videogames

Primeiramente, é importante notar que profissionais de design de games não necessariamente trabalharão com jogos eletrônicos. Eles podem atuar, também, no desenvolvimento de jogos de tabuleiro, RPGs de mesa, TCGs (trading card games, ou jogos de cartas colecionáveis) e muito mais.

Game designer: TCG
Pokémon TCG é um exemplo de jogo de cartas colecionáveis

Além disso, o mercado de jogos eletrônicos vai muito além daqueles que jogamos por diversão. Uma área que vem crescendo bastante é a de games não recreativos, que são usados em cursos a distância (EAD) e em treinamentos internos de diversas empresas.

O que faz um game designer?

Muitas pessoas confundem o trabalho de game designer com o de designer gráfico. O primeiro é responsável por todo o planejamento do jogo, incluindo a interface, a interatividade, as mecânicas do game e seu enredo; enquanto o segundo é uma profissão completamente diferente. No desenvolvimento de jogos, um designer gráfico é responsável apenas pela parte gráfica.
O design de games engloba todas as etapas da criação de um jogo, desde a formação de seu conceito até seu desenvolvimento, participando também da coordenação de todo o processo.
Por estar presente em cada passo, o game designer é o principal responsável por dar vida a uma ideia e transformá-la em um game que deve, acima de tudo, ser uma boa experiência para quem o joga.
O profissional trabalha de forma parecida com um diretor de cinema. Responsável por estruturar o projeto, o designer de games precisa ter conhecimento das mais diversas áreas que compõem a criação de um jogo.

Um game designer pode atuar em diversas etapas do desenvolvimento de jogos
Um game designer pode atuar em diversas etapas do desenvolvimento de jogos

Esses profissionais são comumente encontrados em quatro cargos diferentes: redator, level designer, designer de sistema e designer-chefe.
O redator é o responsável pela criação dos textos do jogo, de diálogos a tutoriais. Já o level designer, chamado de designer de níveis ou de ambientação, é o profissional responsável por fases, missões e desafios do game. O designer de sistema, conhecido também como designer de mecânica de jogo, é quem elaborará as regras do games.
O chefe é responsável por supervisionar os outros designers e garantir que o projeto caminhe de acordo com o cronograma. É ele quem tomas as decisões necessárias e, por ter esse perfil, o cargo é normalmente preenchido pelo dono da empresa ou líder de projetos.

É preciso de faculdade para trabalhar com design de games?

Não existe um determinado processo que você precisa seguir para trabalhar com design de jogos. Ao procurar a história dos principais game designers da indústria, percebe-se que existem diversos caminhos para atuar na profissão.
Se você deseja estudar formalmente, existem cursos técnicos e graduações que oferecem o conhecimento necessário. Neles, você tem a possibilidade de estudar diversos aspectos da indústria e da profissão, sendo que a graduação tende a possuir uma carga teórica mais alta.
Porém, também é possível aprender por conta própria. Muitos profissionais de design de games começam a aprender na prática, brincando com códigos e alterações, como os modders. Um exemplo recente desse caminho é Toby Fox, desenvolvedor independente responsável pelo sucesso Undertale. O game designer começou a explorar a área ainda adolescente, criando ROM hacks de EarthBound.
Existem também casos em que profissionais de outras áreas da informática, como web design, programação de sistemas, entre outros, acabam descobrindo a paixão pelo game design. Por terem conhecimentos correlativos, eles conseguem se adaptar às necessidades da profissão com uma certa facilidade.

Quanto ganha um designer de games?

Como em qualquer profissão, o salário de quem trabalha com design de games pode ser bastante variado. Há diversas posições em que um game designer pode atuar, como explicado acima, cada um com uma faixa salarial média diferente.
Os salários iniciais, para quem está em começo de carreira, variam normalmente entre R$1200 a R$1800. Conforme o profissional aprimora suas habilidades e conquista experiência, pode chegar facilmente a ganhar cerca de R$4 mil mensais.
Quem pretende trabalhar na área de design de games precisa muito mais do que apenas conhecimento e técnica: é necessário também possuir paixão pelos jogos.
Gostou do texto? Assine a nossa newsletter e receba, semanalmente, dicas do universo dos games!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *