Profissão gamer: como transformar hobby em carreira?

Duas mãos comemorando
ROTINA GAMER

Se você joga há um bom tempo, com certeza já ouviu falar da profissão de gamer. Transformar esse hobby em um trabalho e, além disso, ganhar dinheiro para passar horas e horas se aventurando em gameplays, é o sonho de muitos jogadores. No entanto, o caminho para se tornar um pro-player não é fácil e conseguir se sobressair nesse cenário é ainda mais complicado. 

Saiba como está o mercado brasileiro em relação aos pro-players, o que fazer para se profissionalizar e se vale a pena investir nesse sonho. 

O mercado dos gamers no Brasil

O mercado dos games é um dos que mais crescem no mundo. De acordo com a pesquisa da Superdata, foram gastos em março de 2020, cerca de R$ 56 bilhões em jogos online; um recorde se comparado ao mesmo mês do ano anterior.  

Já a Comscore lançou a própria pesquisa afirmando que o Brasil está entre os top 5 do ranking com maior número de usuários em jogos online, sendo o único país da América Latina a conseguir esse feito.

Atualmente, existem cerca de 375 empresas de games no Brasil que criam jogos digitais, algumas com faturamento acima de R$ 100 milhões por ano. De acordo com o professor Alexandre Szykman, da Escola Superior de Empreendedorismo (ESE), do Sebrae-SP, esse mercado tem uma possibilidade enorme de crescimento, que ainda iremos ver nos próximos anos.

Infográfico do mercado dos games no Brasil. Imagem: Reprodução/Sebrae-SP 

Transformando hobby em carreira

Um gamer profissional ou pro-player integra competições de jogos ou é patrocinado por grandes empresas e, assim, ganha dinheiro. Com salários que variam de R$ 3 mil a R$ 20 mil, a carreira é exigente, pede disciplina e muita força de vontade por parte dos jogadores.

Normalmente, quando começam a se sobressair no cenário dos jogos, esses profissionais são convidados a participar de equipes de e-sports para que possam ser treinados por coaches e estudar gameplays todos os dias (parece um sonho, não?). 

De acordo com o WeMade Fox, grupo de jogadores sul-coreanos, a rotina mais comum dos pro-players consiste em acordar às 10h, começar a jogar até as 15h, fazer uma pausa para o almoço e retornar as gameplays às 17h. Depois disso, eles treinam mais um pouco até as 20h, jantam e seguem jogando até 1h, quando vão dormir. 

Dessa forma, para transformar o hobby em carreira, são necessários disciplina, muito estudo e treinamento. Apesar de ser algo divertido, ainda sim é uma profissão e requer comprometimento. 

Além disso, é necessário investir em equipamentos. Para que você consiga atingir a máxima potência em relação a gameplays, aprimorar técnicas e se sentir motivado, ter um setup ideal é um ótimo auxílio.

Nesse caso, são indicados os PCs Gamer profissional com periféricos de altíssima qualidade, como mouses e mousepad. Há a possibilidade de começar com computadores de entrada e ir aprimorando as peças conforme for avançando na qualidade das gameplays

Por que se profissionalizar?

A resposta parece óbvia: ganhar dinheiro! Porém, não é sempre assim. Apesar de ser ótimo receber para jogar, a profissionalização no mundo dos games é a confirmação de um bom desempenho nas gameplays e a certeza de um sonho se tornando realidade. 

Tornar-se um pro-player tem diversas outras vantagens, como o incentivo dos patrocinadores, a maior visibilidade por parte dos fãs dos jogos e a participação em eventos temáticos que servem para estimular o player a continuar a jogar e a conhecer outros profissionais.

Como saber se vale a pena investir?

Para saber se vale a pena investir na carreira de profissional gamer, primeiro é necessário ter muita força de vontade e paciência. Se você espera um resultado rápido, é melhor se dedicar a outra área no mundo dos jogos. 

Outra consideração importante é quanto aos estudos. Não adianta nada apenas jogar, é necessário estudar o game, as gameplays, os desenvolvedores, os grupos, participar de fóruns e estar sempre por dentro das novidades e novas atualizações. 

A disciplina já foi discutida aqui, mas vale o reforço, pois  é um fator primordial para transformar o hobby em carreira. Cursos externos também ajudam bastante.

Outra dica importante é investir em apenas um dos diversos games existentes. Isso permite que você foque e dê mais atenção ao jogo com o qual se identifica, aproveitando melhor o tempo e os estudos. 

Se você disse sim para todas as considerações acima, então vale a pena investir para se transformar em pro-player. Para que isso aconteça, primeiramente, considere virar um streamer

A Twitch é uma ótima plataforma para começar a realizar stream

Além de te oferecer visibilidade, nas plataformas de streaming, para quem quer começar a entrar no mundo dos games, não é necessário ser profissional, sendo possível transmitir partidas e produzir conteúdos sobre jogos. 

Depois que você tiver treinado bastante, considere entrar em um time ou em uma liga de jogos. Geralmente, eles abrem processo seletivo todos os anos para jogadores que desejam ingressar. Por isso, fique atento aos prazos e acompanhe sempre os conteúdos desses grandes nomes da competição. 

O caminho para se tornar um pro-player não é fácil e rápido. Precisa de muita dedicação, disciplina e paciência, mas transformar hobby em profissão é a maior felicidade. Por isso, se esse é seu sonho, se dedique que estamos na torcida. 


Para não perder nenhum conteúdo sobre o mundo dos games, se inscreva na newsletter da Shopinfo e aproveite para receber as melhores novidades no seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *